in loving memory

e são as noites que passava contigo, enquanto me contavas a tua infância. das queixas que fazias sobre a juventude dos dias de hoje, das crises que tinhas quando te preocupavas comigo e com a velocidade com a quel descia as estradas de bicicleta, das lágrimas que derramavas e dos abraços que davas quando agente se via após um ano passar e de quando tinha de voltar outra vez para o Luxemburgo, de como dizias pellicula em vez de filme, da maneira que só tu adoravas as novelas da sic, de quando desatavas a rir e nunca mais parávas. é disso tudo que eu tenho saudades. e o que me mata por dentro é o facto de não me conseguir lembrar da última vez que estive contigo ...

6 comments:

  1. que lindo! nem sei o que dizer...

    ReplyDelete
  2. é tão mau quando não nos conseguimos lembrar da última vez :x

    ReplyDelete
  3. é mau não nos conseguirmos lembrar da última vez, mas pior é quando lembramos...

    ReplyDelete
  4. verdade verdade é o que eu postei agora :'D

    anyway. não sei a quem te referes neste post, por isso..nha :x

    ReplyDelete