esta rapariga mata-me

adoro-te. adoro-te bué. conheço-te desde sempre e acho que tenho uma sorte enorme em ter-te como prima. não há um único dia, dos que estamos juntas, e que nós não nos matamos a rir. choramos de tanto riso e a barriga começa a doer. mas fogo, não trocava isto por nada, juro-te. espero que saibas a importância que tens para mim, minha linda (L)

2 comments:

  1. há amizades fantásticas :)

    ReplyDelete
  2. é mesmo linda... catarina, aposto.. ?

    ReplyDelete