life's just like a cigarette

a vida é como um cigarro. tal como um cigarro, a vida tem o seu tempo limite. consegue-nos aliviar, consegue trazer-nos problemas. quanto mais fumo do cigarro inalamos, mais prazer nos da, faz-nos querer saborear aquele fumo a 100%, aquele fumo que nos faz sentir vivos. e a vida é a mesma coisa. quanto mais intenso for o momento, mais vivos nos sentimos. de vez em quando, sem estarmos atentos, engasgamonos no fumo, mas não é nada fora do vulgar, é algo que acontece. na próxima vez que inalamos o fumo, já aprendemos como é que o fazemos, e já não nos engasgamos. e é com os erros que se aprende. as cinzas do cigarro são como as memorias. passam despercebidas, mas se olharmos com atenção, há vestígios delas a nossa volta. e repito, estou a comparar a vida com único cigarro, e não a maço de tabaco inteiro. porque a vida é só uma. é só um cigarro. e um destes acaba mais depressa do que nos pensamos. por isso devemos todos aprender a fumar os cigarros até chegarmos ao filtro, em vez de deitar-mos o cigarro meio-fumado para um canto da estrada.

9 comments:

  1. gostei da comparação (está bem feita, especialmente "estou a comparar a vida a um único cigarro, e não a maço de tabaco inteiro. porque a vida é só uma.") mas não gosto de cigarros -.- LOL *

    ReplyDelete
  2. adorei adorei mesmo
    melhor pensamento ke me lembro
    impressiunado jé
    tenho a sençasao ke ja comentei isto mais ke umas vex neste blog
    a ya e adoro a musica

    ReplyDelete
  3. Não encontraria comparaçao melhor

    ReplyDelete
  4. sua puta do caralho! eu fumo-o sempre ate ao filtro, okay? XD

    ReplyDelete
  5. Gostei muito e concordo plenamente!:)
    Parabéns pelo blog e obrigada pelo comentário no meu!^^
    PS: sim a música é mesmo lindaa XD

    ReplyDelete
  6. não posso dizer melhor. :)

    ReplyDelete
  7. Está perfeito o texto minha parva :O

    ReplyDelete
  8. ai, que lindo, adorooo! ahahah
    odeio que desperdicem tabaco :(
    CONCORDO COM TUDO, ESCREVES BUE BEM

    ReplyDelete
  9. Está muito bem conseguido!
    Sou da mesma opinião, não devemos desperdiçar o que temos da vida, nem que nos acabemos por queimar quando chegamos ao filtro, mas o que é certo é que aproveitamos cada bafo que demos, aproveitamos todos as inspirações e expirações que fazemos ao respirar, e se o tabaco como a vida nos alivia e nos mata da mesma forma, porque não o fazer se quando acabar a vida não fumamos mais?

    Já houve quem dissesse que fumava a vida, penso que Fernando Pessoa utilizando um heterónimo que de momento não me lembro, mas isto é poesia portuguesa que não deves estudar :p

    ReplyDelete