graus negativos

just a random update


o dia começou logo mal, visto que quando cheguei a escola, tive a minha espera algo que já sabia que ia acontecer, mas oh well. como o chris chrocker disse uma vez "when I'm miles away, they've got plenty to say. but when we're arm's lenght, I don't hear shit" (or something like that). e o mesmo se aplica nesta situação. mas não se preocupem, eu tenho a minha consciência limpa, porque bem sei que eu posso não ser santa, mas eles sim têem os seus podres. mas basicamente só fiquei stressada durante uns primeiros minutos, porque o resto do dia correu bastante bem. actually, adorei o resto do dia. ri-me bem hoje, foi um espectáculo. muhahaha, é o que faz ser o penúltimo dia de aulas antes das férias, hun? anyway, ainda tenho de estudar economia e fazer o meu "extra-homework" -.- wish me luck!
ps: estava um frio do ca****o.

15 comments:

  1. oh, eu ando a tentar arranjar outra. já estou cansada desta. mas não encontro nada de jeito :(

    ReplyDelete
  2. gosto mais desta : Jimmy Eat World - hear you me :P

    ReplyDelete
  3. eu ás vezes também choro a ouvir musica. e depois, tenho um defeito..quando estou mesmo mal, ponho-me a ouvir musicas calmas, e o resultado é sempre ainda pior :o

    ReplyDelete
  4. acho que acontece o mesmo com toda a gente :)

    ReplyDelete
  5. jay, o texto de baixo está tão lindo, tão verdadeiro. really :)

    ReplyDelete
  6. e sentes-te melhor ou nem por isso? :b

    ReplyDelete
  7. yá, é sempre uma maneira de desabafar e deitar tudo para fora :')

    ReplyDelete
  8. o texto estás (LLLLLLLLLLL) (o de baixo)

    ReplyDelete
  9. sim de facto existe sempre alguém a apontar o dedo, alguém à espera de retirar a carcaça das pessoas para se alimentar, e para isso tem de expor os defeitos das pessoas, que mesmo nao considerados defeitos pelos proprios, podem induzir a certas invejas e leva a que muitos detestem a atitude..

    ReplyDelete
  10. yeah :) excepto pelo facto que mesmo no alto, continuam a haver baixos (meio confuso)

    ReplyDelete
  11. Não.. não me peçam mais para acreditar em mim.. Já não consigo..

    ReplyDelete