não sei porquê (36)

mas lembro-me de estar sentada ao teu lado no café, de sentir a tua mão a passear pelo meu joelho, de ter a garrafa de cerveja na minha mão e sentir os teus dedos a acariciarem os meus e posso-me ter feito de desinteressada e despercebida, mas garanto-te que no momento em que senti a tua mão, não fazes a mínima ideia de como o meu coração começou a bater naquele momento, uma sensação estranha invadiu o meu corpo acima e lembro-me de ter pensado "ele vai-me tirar do sério." e vês, foi mesmo o que aconteceu. mas depois, acabei por te provar que estava tudo menos desinteressada. e o sentimento permaneceu. agora só quero é voltar a sentir aquelas sensações outra vez. e contigo, de preferência.

3 comments: